Jess Phillips Apoia Lily Allen Defendendo Gangues De Estupro Muçulmanas

Fonte/Source: Labour’s Jess Phillips Sides With Lily Allen in Defending Muslim Rape Gangs


Lily Allen é uma cantora talentosa. É uma pena que isto esteja acontecendo com ela. Agora, a esquerda liberal Britânica aproveitou a situação, a ingenuidade da cantora, para mostrar todo o seu veneno.


A Parlamentar Trabalhista Jess Phillips Apoia Lily Allen Defendendo Gangues De Estupro Muçulmanas

Por JACK MONTGOMERY

8 de Janeiro de 2018

A parlamentar trabalhista, Jess Phillips, saiu em defesa da cantora Lily Allen, depois que ela comentou que as vítimas de gangues de assédio sexual infantil teriam sido “estupradas ou abusadas por alguém em algum momento” mesmo se as gangues de assédio Muçulmanas não estivessem presentes no Reino Unido.

Indagada se as vítimas, que eram da classe trabalhadora e em sua maioria brancas, teriam sido assediadas se os perpetradores não estivessem presentes no país, Allen afirmou: “Na verdade, há uma forte possibilidade de que elas teriam sido estupradas e abusadas por alguém em algum momento. Este é o tipo de problema.”

A celebridade então tentou desviar a atenção sobre o assunto das gangues de assédio sexual dizendo que as pessoas deveriam se preocupar com um outro tipo de agressor — “homens que fazem sexo com suas enteadas duas vezes por semana durante anos a fio… vizinhos, tios, jardineiros, sacerdotes, gerentes de restaurantes de Fast food que fazem isso repetidamente” — os quais ela caracterizou como 100 por cento “machos brancos Britânicos.!

Os comentários de Allen provocaram uma reação muito forte nas mídias sociais que a viram bloquear sua conta do Twitter, — mas Jess Phillips disse que a “atitude” dela foi “inspiradora”.

“Assistir a Lily Allen e a Stella Creasy firmes e mantendo a mesma atitude nos últimos dias é inspirador para aqueles que precisam de resiliência”, ela tuitou, referindo-se  à cantora e a um de seus colegas parlamentares.

“Oh em prol dos dias do discurso sensato, onde as questões poderiam ser exploradas”, ela reclamou.

Jess Phillips, da esquerda liberal, não é estranha à controvérsia, tendo indignamente descartado o assalto sexual em massa de mulheres Alemãs por homens migrantes na Colônia,  na Véspera de Ano Novo, em 2015.

A parlamentar afirmou que não houve nada de impressionante nos ataques, alegando que um comportamento semelhante é visto na “rua Broad em Birmingham, todas as semanas, onde as mulheres são atraídas e agredidas.”

Sugeriu que as pessoas não deveriam julgar rapidamente os migrantes Norte-Africanos e do Oriente Médio como responsáveis pelos ataques na Colônia, dizendo que as pessoas na Grã-Bretanha “devem ter cuidado neste país, antes de descansarmos sobre os nossos louros, quando duas mulheres são assassinadas todas as semanas.”

A BBC relatou a reação contra as observações dela na época, citando membros do público, incluindo Harry Yorke dizendo que compara os ataques de estupro de migrantes na Colônia com os da rua Broad em Birmingham, como “lixo total e falso”, e James Wilby, que o chamou de “completamente insano”.


Tradução: Tião Cazeiro  – Muhammad e os Sufis

Anúncios

Deixe um Comentário...

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s