Dr. Bill Warner — “Previsão: Este é o início do fim da Sharia no Irã.”

Dr. Bill Warner: “Previsão: Este é o início do fim da Sharia no Irã.”
Por Tião Cazeiro

30 de Dezembro de 2017

PHOTO: REUTERS

Selecionei alguns tuites e artigos que enviei hoje para a minha página do Facebook para dar uma visão dos protestos contra o governo do presidente Hassan Rouhani e o líder supremo do país, o aiatolá Ali Khamenei. 


A previsão do Dr Bill Warner com relação ao Irã:

"Previsão: este é o início do fim da Sharia no Irã." 

Entretanto, o regime não irá largar o osso assim tão fácil, manifestantes pró-Rouhani já estão nas ruas prontos para a barbárie… vem coisa feia por aí, mas a Sharia deve ir pro saco.

Twitter do Trump:

“Muitos relatos de protestos pacíficos de cidadãos iranianos revoltados com a corrupção do regime e o desperdício da riqueza da nação para financiar o terrorismo no exterior. O governo iraniano deve respeitar os direitos da população, inclusive o direito de se expressar. O mundo está assistindo!#IranProtests

PROTESTO IRANIANO AUMENTA, GOVERNO CANCELA ESCOLAS E TRENS

“Nem Gaza, nem Líbano, minha alma pelo Irã”.

Manifestantes estão dizendo que querem um governo que pare de financiar a jihad global e cuidar de seus próprios cidadãos.
Os protestos no Irã aumentaram com mais de 4.000 pessoas marchando na capital Iraniana. 
As autoridades Iranianas prenderam 50 pessoas durante os protestos que entraram em erupção em todo o país na quarta-feira.
O governo Iraniano declarou que trens e escolas serão fechados no domingo por causa dos protestos.
As redes sociais informaram em farsi e árabe que os manifestantes estão gritando slogans que incluem “Nem Gaza, nem Líbano, minha alma pelo Irã” e “Saia da Síria, pense em como estamos”.

Iranian protest escalates, government cancels schools and trains — Robert Spencer


“Relatos dizem que as forças Iranianas abriram fogo contra manifestantes em Lorestan, no Irã. Relatórios não confirmados de três manifestantes mortos. Corpos levados pela multidão.”


Irã: a polícia de Teerã diz que não vai mais prender mulheres por violarem o código de vestimenta islâmico

Isto é importante: a primeira rachadura na parede da Sharia. Note também a ironia: as feministas do Ocidente hospedam piedosamente o Dia do Hijab e reclamam sobre a “islamofobia” inexistente, mas nunca dizem uma palavra sobre as mulheres iranianas que foram forçadas a usarem o hijab desde 1979. Estarão as feministas americanas apoiando as mulheres iranianas que têm rejeitado bravamente seus hijabs nos últimos dias? Provavelmente não.

De qualquer forma, podemos esperar que este seja apenas o primeiro sinal de fraqueza do regime e um presságio de sua morte iminente. — Robert Spencer


“Manifestantes em Rasht enfrentam o Baseej e cantam “nós não queremos mais ser governados pelos clérigos” #iranprotests

“Houve um segundo dia de protestos violentos no Irã que se espalharam para pelo menos 20 cidades. Os protestos começaram a surgir sobre questões econômicas quando os funcionários iranianos aumentaram os preços dos alimentos e a duplicação do preço dos ovos. O Irã tem enormes problemas econômicos com o desemprego juvenil em 40%. Também há descontentamento com os enormes gastos do governo com os militares e com a guerra na Síria. Mais de 60% da população iraniana de 80 milhões tem menos de 30 anos. Apesar da censura e da propaganda dos mulás, os jovens iranianos anseiam pela liberdade e cultura do Ocidente. Há também uma oposição significativa e crescente ao sistema teocrático do país, especialmente pelos jovens. Incrívelmente, manifestantes têm cantado “Nós não queremos uma República Islâmica” e “Morte a Rouhani”.”

Some Thoughts on the Iran protests


Tradução: Tião Cazeiro — Muhammad e os Sufis

Anúncios

Deixe um Comentário...

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s