Arábia Saudita: Imam Americano Adverte Sobre Desejar ‘Feliz Natal’

Fonte/Source: Saudi Arabia: American Imam Warns Congregants About Saying ‘Merry Christmas’


Arábia Saudita: Imam Americano Adverte Congregantes Sobre Desejar ‘Feliz Natal’

Por Geller Report

25 de Dezembro de 2017

Os Americanos podem dizer que há uma guerra no Natal — mas pelo menos nos Estados Unidos você não será decapitado ou encarcerado, ou seja, punido fisicamente por desejar “Feliz Natal”.

Não é assim na Arábia Saudita.

O Middle East Media Research Institute obteve um vídeo de um Imam dando um sermão a sua congregação em Jeddah — e uma das suas observações foi um severo aviso para não desejar “Feliz Natal”.

Conservative Tribune tem mais:

Aqueles que zombam das preocupações dos Cristãos sobre uma guerra no Natal é melhor ficarem humildes rapidamente porque um discurso entregue na semana passada na Arábia Saudita pelo Imam Libanês-Americano Abu Musaab Wajdi Akkari indubitavelmente prova que essa guerra existe.

De acordo com o Middle East Media Research Institute, que obteve uma gravação de um vídeo de Akkari dando um sermão a uma congregação na cidade Saudita de Jeddah, o Imam alertou seus ouvintes para não serem “fracos” e desejar “Feliz Natal”.

“Se não for endossado pela entidade divina, então é do pior de shaytan (Satanás)”, disse ele. “E, portanto, esse seu reconhecimento é problemático. Você está reconhecendo indiretamente uma festa satânica, um feriado satânico, que Alá Azzawajal (todo poderoso) não legislou”.

Akkari atacou o Natal por ser supostamente um feriado fraudulento.

“Eles inventaram tanto sobre isso que é quase como uma grande piada e um grande truque e as pessoas continuam comprando”, disse referindo-se às árvores de Natal, Papai Noel e outros aspectos desse antigo feriado.

“É puro negócio no final do dia”, acrescentou. “É um negócio. Tudo isso é um negócio. O dia dos namorados é um negócio. O Natal é um negócio.”

Embora seja verdade que o Natal foi projetado principalmente para comemorar o nascimento do Salvador, Jesus Cristo, o ódio de Akkari o cega a todos os valores significativos inerentes à história do Papai Noel (Santa Claus).

“O Papai Noel incorpora valores Cristãos, como bondade, generosidade, perdão — cada criança logo percebe que, mesmo que não tenham sido perfeitas durante todo o ano, o Papai Noel chega”, explicou Keri Wyatt Kent numa postagem para o Christianity Today há alguns anos.

Mas veja, Akkari não sabe nada sobre generosidade ou bondade de espírito, como evidenciado pela resposta doente que cospe sempre que alguém diz “Feliz Natal” para ele.

“Toda a sua religião é uma piada, mas a minha não é”, disse agindo como se estivesse respondendo a um Cristão que o desejasse bem. “Estou pensando sobre Jannah (paraíso) e Jahannam (inferno) diariamente. Quando foi a última vez que você pensou em Jannah e Jahannam?”

“Ou melhor, você está festejando a sua vida desde o momento em que nasceu até você morrer. Agora você quer me dizer que somos os mesmos? Nós não somos os mesmos”, concluiu.


Tradução: Tião Cazeiro — Muhammad e os Sufis

Anúncios

Deixe um Comentário...

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s