A UE Promete Pressionar Para Jerusalém Se Tornar também a Capital dos “Palestinos”

Fonte/Source: EU vows push to make Jerusalem capital for “Palestinians,” too


A UE Promete Pressionar Para Jerusalém Se Tornar também a Capital dos “Palestinos”

POR ROBERT SPENCER

7 de Dezembro de 2017

Idiotas úteis até o mais amargo fim. A União Europeia tem infatigavelmente incentivado a jihad “Palestina”, e está decidida a continuar dessa maneira, ignorando a congruência ideológica dos grupos jihadistas “Palestinos” e Europeus. Muitíssimo em breve, a Europa como um todo será uma zona de guerra da jihad, e esses políticos da União Europeia podem se parabenizar no momento em que a lâmina da jihad começar a decapitar vocês, que sempre apoiaram os “direitos” “Palestinos”.

Federica Mogherini

A UE Promete Pressionar Para Jerusalém Se Tornar também a Capital dos “Palestinos “, Reuters, 7 de Dezembro de 2017 (Agradecimentos ao David):

BRUXELAS – O principal diplomata da UE prometeu nessa Quinta-feira revigorar a diplomacia com a Rússia, Estados Unidos, Jordânia e outros para garantir que os Palestinos tenham uma capital em Jerusalém depois que o Presidente dos EUA, Donald Trump, reconheceu a cidade como a capital de Israel.

A União Europeia, um membro do Quarteto do Oriente Médio, juntamente com os Estados Unidos, as Nações Unidas e a Rússia, acredita que tem o dever de fazer ouvir sua voz como o maior doador assistencial dos Palestinos e o principal parceiro comercial de Israel.

“A União Europeia tem uma posição clara e unida. Acreditamos que a única solução realista para o conflito entre Israel e a Palestina é baseada em dois estados e com Jerusalém como a capital de ambos”, disse a chefe de política externa da UE, Federica Mogherini, em entrevista coletiva.

Ela disse que se encontrará com o ministro das Relações Exteriores da Jordânia na Sexta-feira, enquanto ela e os ministros das Relações Exteriores da UE discutirão Jerusalém com o Primeiro-Ministro Benjamin Netanyahu em Bruxelas na Segunda-feira.

“A União Europeia vai se envolver ainda mais com as partes e com os nossos parceiros regionais e internacionais. Continuaremos trabalhando com o Quarteto do Oriente Médio, possivelmente em um formato ampliado”, disse Mogherini, citando a Jordânia, o Egito e a Arábia Saudita, bem como a Noruega. “Continuamos convencidos de que o papel dos Estados Unidos… é crucial”, disse ela.

Mogherini, que também falou com o presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, se posicionou atrás do rei Abdullah, dizendo que ele é “um homem muito sábio” e que todos deveriam escutá-lo como o guardião dos locais sagrados Muçulmanos em Jerusalém…

A UE também é percebida por alguns em Israel como sendo demasiadamente pró-Palestina, em parte devido à oposição de longa data da UE aos assentamentos Israelenses na Cisjordânia ocupada, dizem os diplomatas.


Tradução: Tião Cazeiro — Muhammad e os Sufis

Anúncios

Deixe um Comentário...

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s