Netanyahu: Irã e o “Compromisso Implacável de Assassinar Judeus”

Fonte/Source: PM likens Iran to Nazi Germany in its ‘commitment to murder Jews’


Netanyahu: O Irã Compartilha com os Nazistas da Alemanha o “Compromisso Implacável de Assassinar Judeus”

 Por Raphael Ahrencorrespondente diplomático do The Times of Israel

 4 de Dezembro de 2017

Porém, falando ao Fórum Saban, Netanyahu diz que Israel será o “primeiro da fila” para restaurar os laços com o Irã assim que o regime do Ayatollah Khamenei cair.

O Primeiro-Ministro Benjamin Netanyahu no Domingo comparou o Irã à Alemanha Nazista, apontando para o Irã e o acusando pelo “compromisso implacável para assassinar Judeus”. Ao mesmo tempo, Netanyahu disse que Israel seria o primeiro país a restabelecer relações com o Irã quando o regime do aiatolá Ali Khamenei cair.

Transmitido em vídeo para o Fórum Saban do Brookings Institute em Washington, Netanyahu referiu-se ao Príncipe Saudita e Ministro da Defesa, Mohammed Bin Salman, chamando o líder supremo do Irã, de “o novo Hitler do Oriente Médio“, o qual precisa ser impedido.

“Obviamente, existem algumas diferenças importantes entre a Alemanha Nazista e a República Islâmica do Irã”, disse Netanyahu. “Mas ambos os regimes têm duas coisas importantes em comum. Primeiro, um compromisso implacável de impor a tirania e o terror. E em segundo lugar, um compromisso implacável para assassinar Judeus”.

Há cerca de 20 mil Judeus atualmente vivendo no Irã.

Netanyahu continuou falando sobre um novo livro que está lendo a respeito da Segunda Guerra Mundial, que condena as chamadas políticas de apaziguamento dos políticos Britânicos que acreditavam que Hitler não era uma ameaça como se dizia.

“Hipocrisia”, Netanyahu citou o autor do livro, Victor Davis Hanson, “é o leite materno da tirania”.

“Tenho certeza de que muitos de vocês ouviram o eloquente e persuasivo Ministro das Relações Exteriores do Irã, explicando com encanto que o Irã é um poder moderno. E que não guarda ódio contra ninguém. Certo”, disse Netanyahu sarcasticamente.

Dirigindo-se a Mohammad Zarif diretamente, disse que Zarif deveria contar isso aos jornalistas torturados e aos estudantes baleados nas ruas do Irã, “centenas de milhares” mortos pelas proxies Iranianas na Síria, incluindo Judeus na Argentina, cujos entes queridos foram mortos por terroristas Iranianos, e aos Israelenses que são “rotineiramente condenados à aniquilação pelos líderes fanáticos do Irã”.

“Eu falei tantas vezes sobre o Irã porque li a história”, continuou Netanyahu. “Quando os tiranos pedem a destruição do meu povo, eu acredito neles. Não me dou ao luxo de ignorar as ameaças de genocídio”.

O Primeiro-Ministro continuou comentando sobre a política de Israel de não permitir que o Irã adquira armas nucleares e se entrincheire militarmente na Síria. O acordo nuclear do Irã de 2015, conhecido como Plano Integrado de Ação Conjunta, permitirá que Teerã produza um arsenal de armas nucleares dentro de uma década, disse ele.

“O Presidente [dos EUA] Trump criou uma oportunidade para corrigir as grandes falhas do JCPOA.  Exorto a todos, da comunidade política, para ajudar aos que estão no comando das capitais da Europa e no Capitólio para aproveitar esta oportunidade”, afirmou.

“Meus amigos, um dia o regime Iraniano irá cair. Mães e pais Iranianos se alegrarão nas ruas. Israel será o primeiro da fila para reatar as relações e reconstruir nossa parceria”, continuou. “Esse é apenas um dos motivos por estar tão esperançoso quanto ao nosso futuro. Hoje Israel é muito mais bem-vindo do que antes pelas nações do mundo. Nossa economia está crescendo. Nossas relações estrangeiras estão florescendo. Nosso exército está mais poderoso do que nunca”.

Netanyahu acrescentou: “Quando olho para frente, 50 ou 100 anos, acredito que Israel será abraçado por seus vizinhos Árabes abertamente e não em segredo, como é feito hoje”.


Tradução: Tião Cazeiro — Muhammad e os Sufis

Anúncios

Deixe um Comentário...

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s