Ministro Iraniano aprovou ataque monstruoso a um centro judaico na Argentina em 1994.

Fonte:  Robert Spencer ( Jihad Watch ) – New moderate Iran’s foreign policy top dog “approved” 1994 jihad bombing of Jewish center in Argentina


Ministro Iraniano Aprovou Ataque Monstruoso A Um Centro Judaico Na Argentina Em 1994.

Por Robert Spencer

Ali Akbar Velayati

Novo Ministro “Moderado” e “Top Dog” da Política Externa do Irã aprovou o ataque Jihadista a um centro Judaico na Argentina em 1994.

Um político Iraniano conhecido por sua atuação no planejamento e aprovação do atentado terrorista em 1994 a um centro Judaico na Argentina foi oficialmente nomeado para dirigir a política externa do Irã, um posto anteriormente ocupado pelo atual presidente Hassan Rouhani.

Ali Akbar Velayati, um membro de longa data do regime e que serve como conselheiro sênior de política externa do líder supremo Iraniano aiatolá Ali Khamenei foi recentemente escolhido para dirigir o “Centro de Pesquisa Estratégica (CSR) do Irã”, um “think tank” intimamente ligado ao “Conselho de Conveniência (Expediency)” do Irã , um órgão governamental poderoso que se reporta diretamente ao aiatolá Khamenei.

article-0-05679496000005DC-990_634x486

Autoridades Argentinas acusaram Velayati de planejar e aprovar o ataque terrorista à Amia (Associação Mutual Israelita Argentina), ataque este orquestrado pelo Irã, que matou 85 pessoas e continua a ser o mais mortífero ataque terrorista na Argentina.

A ascensão de Velayati ao escalão superior do Irã, controlando a máquina da política externa levou alguns observadores a criticar Rouhani por elevar radicais extremistas, apesar das promessas de agir como um “reformador moderado”.

O envolvimento de Velayati com o atentado à AMIA foi revelado através das investigações realizadas pelo Procurador-Geral Argentino Alberto Nisman em 2006, que foi proibido pelo seu governo de discutir suas descobertas com o Congresso dos EUA.

Velayati foi membro do comitê secreto Iraniano que se reuniu em 1993 para projetar o ataque ao centro Judaico AMIA em Buenos Aires, de acordo com Nisman, acusação que contou com o depoimento de um ex-oficial da inteligência Iraniana.

“No que diz respeito à comissão” e seu papel na decisão de realizar o ataque à AMIA, [o oficial de inteligência] afirmou que essa decisão foi tomada sob a direção de Ali Khamenei, e que os outros membros do comitê foram [o então presidente  Iraniano Ali Akbar Hashemi ], Rafsanjani, Mir Hejazi , Rouhani, Velayati e Fallahijan”, disse a acusação.

Um juiz argentino emitiu um mandado de captura internacional contra Velayati em 2006 por seu papel no planejamento do ataque terrorista…


Tradução: Tião Cazeiro — Muhammad e os Sufis

 

Anúncios

Deixe um Comentário...

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s